Populando o WordPress

Nessa parte final sobre o WordPress precisa entender como funciona a inserção de dados.
Quando pensamos em abastecer um site, corremos o risco de ficarmos perdidos e acabar deixando o usuário perdido também.

Com isso em mente precisamos entender a ferramenta para saber como utilizá-la da melhor maneira.

Quando acessamos um blog e gostamos do conteúdo, sempre buscamos dentro daquela fonte mais assuntos sobre isso. Então vamos em CATEGORIAS e buscamos o assunto que nos interessa. 

Por isso, planejar e organizar os post em categorias é importante. Para fazer isso acesse o wordpress, no menu lateral esquerdo vá em Post/Artigo e em Categoria.

Boa Prática: Crie as categorias que mais se adequar aos seus assuntos. Categoria todos os post. E atualiza as categorias sempre que forem necessário. 

Nem sempre um conteúdo em texto corrido é chamativo ou ideal para o que você está fazendo, por isso o layout em bloco permite que faça da maneira que seja mais apropriada, a suas ideias.

Ele possui facilitadores como shortcode aonde aquilo que não se encontra na ferramenta pode ser usada através de plugins como agenda, layout personalizado entre outros.

Boa Prática: Analise muito bem os plugins que está instalando em seu site, pois, eles podem ser uma porta para vírus ou pode conter códigos maliciosos. Sempre mantenha os plugins atualizados.

Mais conteúdo em nosso vídeo:

Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!

Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!





Veja também sobre:

  • .

    .

    .

    .

    .

    .

    Personalizando o Tema do WordPress – Parte 2

    A personalização apesar de não ser completamente igual para todos os temas são intuitiva e rápida de fazer.

    Personalização:

    Se o tema que escolheu não tiver uma personalização customizada é possível criar, editar e excluir o Menu, criar, editar e excluir os widgets, configurar nome, descrição, imagem de logo, cabeçalho da pagina, inserir um texto de rodapé e realizar alterações exclusivas via css.

    Porém, cada tema apresenta informações diferentes, mas não precisa se desesperar elas são bem intuitivas e fusando um pouco é possível fazer fácil.

    Mais conteúdo em nosso vídeo:

    Veja a Parte 1 desse tema:

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!





    Veja também sobre:

  • .

    .

    .

    .

    .

    .

    Como Funciona o WordPress?

    Quando abrimos o painel de controle do WordPress encontramos algumas informações:

    1.É o local que vai aparecer as informações, toda vez que abrir seu painel de controle ela inicia nesta página, onde é tem funções rápidas, é possível customizar.

    2. Menu Superior: Nele é possível visitar o site ou acessar o painel dependendo da página que está, acesso rápido aos comentários adicionar, pode ser artigo, página e multimidia.

    3.Menu Lateral:

    1. Artigo (POST): Gerenciamento de Artigos.
    2. Multimídia: Gerenciamento de Multimídia.
    3. Páginas: Gerenciamento de Páginas.
    4. Comentários: Gerenciamento de Comentários.
    5. Apresentação (Tema): Gerenciamento de Tema e configuração do Tema.
    6. Plugins: Gerenciamento de Plugins.
    7. Utilizadores: Gerenciamento de Utilizadores.
    8. Ferramentas: Gerenciamento de ferramentas.
    9. Opções: Gerenciamento de Opções.
    10. Gerenciamento da conta (Perfil).

    Depois da instalação é importante verificar as configurações se estão de acordo com o que você deseja.

    • Opções Gerais / Configurações Gerais:
      • Título do Site;
      • Descrição;
      • Endereço da URL;
      • Endereço de E-mail padrão/administrativo;
      • Membros;
      • Papel automático para novos utilizadores;
      • Idioma do site;
      • Fuso horário;
      • Formatação de Data e Hora.
    • Opção de Escrita / Configuração de Escrita:
      • Categoria do Artigo;
      • Formato do Artigo;
      • Publicação por e-mail.
    • Opção de Leitura / Configuração de Leitura:
      • Configuração de Página Principal;
      • Quantidade de Exibição das paginas de artigo;
      • Quantidade de feeds RSS recentes,
      • Mostrar um texto completo ou resumo no feed;
      • Visibilidade nos motores de pesquisa.
    • Opção de discussão / Configuração de Discussão:
      • Opções Gerais;
      • Opções de Envio de E-mail;
      • Opções de Comentários (em postagens);
      • Opção de Comentários de Moderadores;
      • Lista negra de comentários (IP, e-mail, url);
      • Configuração de Avatar;
      • Configuração de Classificação do Site.
    • Opção de Multimídia, Configuração de Multimidia:
      • Tamanho da Miniatura;
      • Tamanho Médio;
      • Tamanho Grande;
      • Carregar Ficheiros.
    • Opções de ligações permanentes / Configuração de ligações permanentes:
      • Opções Comuns;

    Obs:Na escolha da estrutura fuja das opções numerais, e dê preferência por opções que constem o nome do seu post. Recomendo a configuração abaixo:

    /%category%/%postname%/

      • Opcional:
        • Base das Categorias;
        • Base das etiquetas.

    Mais conteúdo em nosso vídeo:

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!





    Veja também sobre:

  • .

    .

    .

    .

    .

    .

    Como instalar o WordPress em sua hospedagem:

    1. Acesse o seu painel de controle:
    Vamos dar como exemplo o cPanel, www.meudominio.com.br\cpanel
    Obs.: O usuário e a senha são informados por e-mail após a contratação.

    2. Em Software, clique em “Softaculous Apps Installer”:

    3. Acessando o Gerenciador de Software Softaculous clique em WordPress:

    4. Clique em “Install Now”.

    5. Realizar as configurações:

    1. Configuração:
    a. Versão: é possível escolher entre as versões instaladas qual deseja utilizar.
    b. URL: escolha como sua, URL vai ficar:
    i. Protocolo: Se você usa SSL é preciso usar https://, caso não tenha utilize http://.
    ii. Domínio: Caso você tenha um subdomínio ou mais de um domínio em sua hospedagem é ali que você escolhe qual é a melhor.
    iii. Diretório: Se deixar vazio os arquivos vão ser criados na pasta “public_html” o mais recomendado, mas se você quiser, pode adicionar uma pasta como wp.

    2. Configurações do Site:
    a. Nome do seu site.
    b. Descrição:
    c. MultiSites: Caso deseje gerenciar vários sites de uma mesma instalação deve se assinalar essa fleg.

    3. Configurações de Administrador:
    a. Nome do Usuário: por padrão ele já vem o usuário “admin”.
    b. Senha: Por padrão ele vem com o usuário “pass”, mas é importante alterar para uma mais forte e segura.
    c. E-mail: é o e-mail do administrador é onde você vai conseguir trocar senha e receber informações.
    Obs.: Crie e-mail antes de configurar aqui.

    4. Idioma:
    a. Escolha um Idioma de sua preferência.
    Obs: O português-br está 90% traduzido.

    5. Plugin(s):
    a. Limite de tentativas de login (Loginizer): Plugins que ajuda na segurança.
    b. Editor Clássico.
    c. wpcentral – manage multiple wordpress: Para gerenciar múltiplos sites no mesmo WordPress.

    6. Opções Avançadas:
    a. Base de Dados: Nome da base
    b. Prefixo de tabela: O prefixo da tabela no banco de dados
    c. Atualização Automática:
    i. Não atualizar automaticamente
    ii. Atualizar apenas para versões secundárias
    iii. Atualize para qualquer versão mais recente disponível (Major e Minor)
    d. Auto Atualização WordPress Plugins.
    e. Auto atualização WordPress Temas.

    Obs: Não mexa nisso

    7. Seleção de Tema:

    a. É possível buscar temas gratuitos, clica em Search:

    b. É possível Buscar por um tema que mais se adéqua a o que você precisa: Clique em “Select This” para selecionar o tema que deseja.

    8. Finalizar:
    a. E-mail installation details to: é possível adicionar um e-mail, na qual, você vai receber a informação sobre a instalação.
    b. Clique em Instalar.

    9. Após a instalação clique em “Voltar ao início”:

    10. Pronto foi instalado o WordPress, se quiser iniciar a mexer no seu site clique no homenzinho.

    Mais conteúdo em nosso vídeo:

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!





    Veja também sobre:

  • .

    .

    .

    .

    .

    .

    cPanel – Mudanças que afeta as hospedagem

    Á mais de 20 anos que surgiu no mercado um painel que tinha como base um controle simples, funcional, confiável e acessível como melhor custo benefício. Isso atraiu hospedagem do mundo todo para adotar esse painel.

    Atualmente a política de cobrança do sistema é através de licenças aonde permitia que se instalasse o cPanel em um servidor e pagasse um valor fixo, com periodicidade mensal ou anual, independentemente da quantidade de contas hospedadas no servidor.

    No dia 27 de junho de 2019 foi anunciado na mídia oficial do cPanel um novo modelo de política de cobrança e preço, esse modelo deve entrar em vigor no dia 1 de Setembro de 2019. A mudança tange entre valor (x) quantidade de contas, isso é os valores serão variáveis considerando o número de contas existentes em um servidor que rode o cPanel.


    O mundo da hospedagem entrou em alvoroço logo em seguida desse comunicado, nomes de peso tentavam entender o anúncio e a extensão que isso impactaria negativos e positivos em sua empresa.

    O custo da licença variava entre U$15 e U$45 independentemente do número de contas de hospedagem, apenas analisando o uso de serviço Dedicado ou VPS. Com a novo licenciamento o custo vai ser, por exemplo de U$45 mensal em Servidor Virtual com até 100 contas criadas e cobrará U$0.20 por conta adicional.
    Para realizar o cálculo tem considera se a licença vai ser para Dedicado ou VPS e quantidade de contas hospedadas.

    Essa mudança atinge todas as empresas de hospedagem, pois, o custo é proporcional ao crescimento carteiro acabando assim chegando ao cliente final, porque, muitas empresas não conseguem absorver esse valor para manter seus preços. Sendo assim todas as hospedagens estão neste momento analisando e verificando como irão proceder com essas informações.

    Nossos parceiros (clientes) não devem ficar ansiosos, pois, estamos analisando muito para tomarmos nossas decisões sem os afetar drasticamente.

    Esse é um resumo simples para deixar transparente o que está ocorrendo, traremos mais informações.