Qual SO usar: Linux e Windows para hospedagem

Como explicado nos textos anteriores a melhor SO para sua hospedagem vai depender diretamente de sua aplicação.
Não importa muito se você está acostumado a usar em seu PC, pois elas são muito diferentes da versão do Servidor.
Então para descobrir qual será a melhor opção vamos responder a algumas perguntas seguindo o fluxo:

Se você for fazer um site usando o CMS (WordPress) é recomendado usar Linux, pois a linguagem usada nele é PHP na qual é nativa na mesma.
Se você for fazer um site usando construtor como Visual Studio, ou um que seja necessário ter instalado a versão dele de servidor no servidor o recomendado é o Windows, pois o visual Studio usa linguagem ASP e .NET
Se for um sistema em PHP usando mySQL o ideal é Linux;
Se for um sistema em ASP, .NET o ideal é Windows.

Para melhor conhecimento:

Mais conteúdo em nosso vídeo:

Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!

Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!

Hospedagem Windows

Quando você está vendo para contratar uma hospedagem e a pergunta que vem é:

“Qual sistema operacional usar?”

Ai você começa a pesquisar as opções no mercado e descobre que existe dois bem comum:

Linux e Windows

Obs.: O sistema operacional usado em hospedagem não é o mesmo que usado no PC então não são parâmetros de comparação.

Este poste fala sobre o sistema operacional Windows.
Criado pela Microsoft, é um sistema operacional de multitarefas para computadores, dispositivos móveis e servidor.
Atualmente é os mais utilizados no mundo, sua evolução não passou apenas para Desktop, mas evolui para ter sua versão para Smartphone e servidores.

Internet Information Services ?!?

O Windows utilizado nos servidores é IIS ( Internet Information Services) esse sistema pertence a Microsoft, por isso, é necessário ter uma licença de uso, diferente do Linux que é open souce.
A princípio o IIS foi criado apenas para rodar sites e programas usando linguagens da própria Microsoft e linguagens de internet (html). Mas surgiu depois de alguns anos a necessidade de rodar outras linguagens, hoje é uma SO que comporta todas as linguagens disponíveis.

Mas como saber se a OS (Sistema Operacional) Windows é a melhor para mim?

Isso vai muito da aplicação que quer rodar na sua hospedagem, isso é a linguagem que está usando.
Nesta tabela abaixo é possível ver as linguagens que funcionam e não funcionam no Servidor Windows.
Se está utilizando o Visual Studio ou um construtor ASP, C# (verifique junto ao fabricante do construtor) é imprescindível a utilização do Windows pois essas linguagens não rodam no Linux.
Entre os dois tipos de SO esse é o mais caro, pois além dos custos normais está incluído o custo da licença.

Mais conteúdo em nosso vídeo:

Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!

Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!

Hospedagem Linux

Quando você está vendo para contratar uma hospedagem e a pergunta que vem é:

“Qual sistema operacional usar?”

Ai você começa a pesquisar as opções no mercado e descobre que existe dois bem comum:

Linux e Windows

Hoje vamos falar sobre o Linux.
O Linux é um sistema open source ou código aberto em português, esse termo significa que os desenvolvedores são voluntários e seu sistema é distribuída gratuitamente. Esse tipo de licença é chamado de GPL.
Os servidores que utilizam o Linux está configurados com servidor Apache, por isso, pode rodar uma das diversas versões disponíveis. Os mais comuns são CentOS, Debian, Red Hat, e Ubuntu.

Mas como saber se a OS (Sistema Operacional) Linux é a melhor para mim?

Isso vai muito da aplicação que quer rodar na sua hospedagem, isso é a linguagem que está usando.
Nesta tabela abaixo é possível ver as linguagens que funcionam e não funcionam no Servidor Linux.
A maioria das aplicações disponibilizadas pelas empresas de hospedagem são feitas em PHP, mas é possível realizar a instalação manualmente. Caso utilize uma dessas aplicações o interessante é trabalhar com o Linux, pois o PHP é originalmente uma linguagem nativa dessa SO sendo assim o sei é melhor nesse tipo de OS.
As hospedagens que utilizam a OS Linux são mais baratas, pois na lista de custo o não existe a licença, como já mencionado antes por ser Open Souce o sistema usa uma licença GPL.

Mais conteúdo em nosso vídeo:

Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!

Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!

.

Disco virtual

Imagine um daqueles gaveteiros de arquivos aonde armazena todos os documentos de sua família, casa e emprego.  Muito bem o disco virtual não é nada mais que um grande gaveteiro aonde pode se armazenar os arquivos pessoais ou coletivos.

Pode ser encontrado esse tipo de serviço gratuitamente ou mediante a pagamento mensal, sendo o gratuito com valor bem limitado.

Por ser um serviço online, conhecido também com “nuvem” é possível manusear os arquivos de qualquer lugar com acesso a internet.

Este tipo de serviço é procurado por pessoas físicas e jurídicas que precisam de grande espaço para armazenamento de arquivos e da praticidade de acesso em qualquer lugar.

Vantagens

  • Praticidade: Por ser um serviço em nuvem é fácil acessar qualquer arquivo da onde estiverem.
  • Custo: além de ter disponível por várias empresas o serviço gratuito, o serviço pago não é caro.
  •  Economia de espaço físico: o seu acesso é sua maquina normal, não precisa de gabinete.

Mais conteúdo em nosso vídeo:

Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!

Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!





Veja também sobre:

SSL
  • .

    .

    .

    .

    .

    .

    VPS o que é?

    Servidor virtual privado comumente conhecida como VPS (Virtual Private Server).

    VPS é a virtualização de um servidor, ou seja, uma máquina (servidor) robusto aonde emula dentro dele outros servidores isolados, sendo assim cada VPS compartilha o hardware, mas possui separadamente seu próprio sistema operacional, processamento, tráfego, espaço em disco e memória RAM.

    Falando de modo grosseiro VPS são como servidores dedicados, mas compartilha a mesma máquina como hospedagens compartilhadas. Como ela é como uma máquina isolada os problemas que ocorreria em uma hospedagem compartilhada não acontece e como é uma virtualização o custo cai.

    Vantagens:

    • Individualização: Por ser um serviço isolado a VPS possibilita que seus usuários tenham controle do servidor, dos aplicativos/softwares instalados.
    • Responsabilidade: Um servidor dedicado requer grande responsabilidade, diferente de uma VPS aonde lhe proporciona disponibilidade e confiabilidade.
    • Recursos: Em comparação a uma hospedagem compartilhada possui mais recurso como memoria, espaço em disco, processamento.
    • Segurança: O ambiente é isolado.
    • Custo: A virtualização permite que o custo para ter um servidor seja baixo.

    Desvantagens

    • Segurança: Da mesma forma que a VPS proporciona o isolamento de dados, o administrador deve tomar cuidado com seus dados, pois quem controla as portas é ele e se esquecer uma aberta pode ocorrer de invasão ou até mesmo de captura de dados.
    •  BlackList: Na rede existe vários tipos de blacklist e por isso o adm. deve cuidar para não entrar em nenhuma.
    • Trabalho: A VPS como um servidor dedicado existe um certo tipo de trabalho para realizar suas manutenções.

    Mais conteúdo em nosso vídeo:

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!





    Veja também sobre:

    SSL
  • .

    .

    .

    .

    .

    .

    Servidor Dedicado!

    Servidor dedicado é uma máquina (servidor) dedicado exclusivamente para o seu cliente, seu hardware é modelado para os requisitos de necessidade.
    Os clientes que buscam esse tipo de serviço são grandes empresas, ou pessoas que necessitam de um serviço exclusivo sempre online, pode ser para interligar os processos, ou um e-commecer que possui grande acesso, empresa que atuam com BI (business intelligence) que precisa de processamento de espaço de armazenamento. Isso principalmente porque o custo de adquirir e manter um servidor dedicado é bem alto.
    É possível encontrar no mercado dois tipos de servidores dedicados, o gerenciados e o convencional. A diferença está em quem deve gerenciar o servidor, isso é na opção convencional os servidores devem ser gerenciado pelo contratante e isso requer que o mesmo tenha alguém com conhecimento técnico. Na opção gerenciado a responsabilidade fica com a empresa contratada (empresa de hospedagem), o serviço vai de manutenção de firewall e dns até atualização.

    Vantagens:

    – Individualização: Por ser uma máquina isolada possibilita que seus usuários tenham controle do servidor, dos aplicativos/softwares instalados.
    – Recursos: Os recursos são dedicados para você por isso pode ser manipulado como deseja.
    – Segurança: O ambiente é isolado.

    Desvantagem

    -Custo: Um servidor dedicado possui um custo alto, pois ao adquirir ele existe uma por trás uma lista de outros serviços inclusos, como, por exemplo, o link, hardware e outros.
    -Responsabilidade: Um servidor dedicado requer grande responsabilidade.
    -Segurança: Deve se ficar atento e realizar medidas de segurança por conta própria.

    Mais conteúdo em nosso vídeo:

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!





    Veja também sobre:

    SSL
  • .

    .

    .

    .

    .

    .

    Hospedagem Compartilhada

    Entre as hospedagens utilizadas atualmente a compartilhada é a mais usada, isso se deve principalmente pelo seu baixo custo.
    Isso se deve a sua estrutura, na qual, os recursos do servidor de hospedagem são compartilhados entre vários clientes, mas cada um tem seus espaços em disco e largura de banda individualmente de acordo com o plano contratado.
    Os recursos que os clientes compartilham são memórias, espaço em disco, processamento e outros recursos de hardware.
    Esse tipo de hospedagem é indicado para pessoas ou empresas que precisam de sites menores com baixo fluxo e de volume de acesso. Na dúvida verifique junto a um especialista que ele te indicará a melhor solução.

    Vantagens

    -Hospedagem mais em conta: O serviço possui baixo custo, principalmente por causa do compartilhamento do Hardware.
    -Facilidade de uso: Os painéis disponibilizados pelas empresas de hospedagens, são fáceis de usar e não precisa de grandes conhecimentos técnicos.
    Atividades mais técnicas são realizadas ou instruídas pelo administrador do servidor.
    Disponível gerenciador de arquivos e gerenciador de e-mail.
    — Suporte: O suporte está incluso na contratação do serviço.

    Desvantagens

    -Divisão de recursos do servidor: Como existe a divisão de recurso este um limite até quando é possível usar uma hospedagem compartilhada.
    -Segurança: Se é necessário ter aquela segurança extra, investir em uma hospedagem compartilhada não é a melhor opção.

    isão de recursos do servidor: Como existe a divisão de recurso este um limite até quando é possível usar uma hospedagem compartilhada.
    -Segurança: Se é necessário ter aquela segurança extra, investir em uma hospedagem compartilhada não é a melhor opção.

    Mais conteúdo em nosso vídeo:

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!





    Veja também sobre:

    SSL
  • .

    .

    .

    .

    .

    .

    SSL

    Secure Socket Layer (SSL) é um padrão global em tecnologia de segurança desenvolvida pela Netscape em 1994.

    Ele permite que aplicativos cliente/servidor possam trocar informações em total segurança, protegendo a integridade e a veracidade do conteúdo que trafega na Internet. Tal segurança só é possível através da autenticação das partes envolvidas na troca de informações, ou seja, ele cria um canal criptografado entre um servidor web e um navegador (browser) para garantir que todos os dados transmitidos sejam sigilosos e seguros.

    A história que ocorre começa quando um usuário solicita a conexão ao um site seguro (SSL), o navegador web (Firefox, Internet Explorer, Opera, Chrome, etc.) solicita o envio do Certificado Digital e verifica se:

    1. O certificado enviado é confiável.
    2. O certificado é válido.
    3.  O certificado está relacionado com o site que o envio.

    Se todos os resultados forem positivos a chave de comunicação é publicada e as mensagens podem ser trocadas.

    A CRIPTOGRAFIA é como um cadeado, de um lado temos a chave e do outro a fechadura que se combinam perfeitamente.

    Como eu sei que o site está usando SSL?

    Ao acessar o site de um usuário de ssl na frente da url aparecera um cadeado.

    Quando e Por Que é Essencial ter um Certificado SSL?

    • Ganhar vantagem competitiva por mostrar ser um site confiável e legítimo;
    • Oferecer garantia para os seus consumidores que seus dados não serão adulterados ou forjados;
    • Garantir que os dados importantes dos seus consumidores trafeguem com segurança sob criptografia forte;
    • Quando você precisa estar de acordo com os padrões da indústria.

    O SSL possui impacto no SEO?

    SIM, O Google sempre atualiza os seus algorismos de busca  e em 2014 foi incluído uma priorização a sites que possui SSL e no ano de 2018 incluiu em seu navegador a descrição “Não segura” para todo e qualquer site sem uma criptografia de segurança.

    Tipos de certificado SSL

    É comum encontrar 3 tipos de certificado SSL sendo comercializados

    Validação de domínio

    O certificado com validação de domínio, é o mais conhecido e o utilizado pela maioria dos sites no mundo. Apenas o domínio é verificado nesta modalidade, indicando que o mesmo é de propriedade do administrador do site. Este certificado SSL já é suficiente para garantir a segurança da criptografia na troca de dados. Sua existência pode ser indicada pela presença do cadeado verde ou cinza, dependendo do nível contratado, ao lado do endereço da página. Alguns navegadores também exibem a palavra “seguro” junto com o cadeado. 

    Validação de organização

    É feito a validação do domínio e de informações da empresa. Durante a emissão do certificado, estas informações são verificadas automaticamente através de consultas à bases de dados mantidas por uma entidade governamental. Em alguns casos a certificadora pode entrar em contato com a empresa que está comprando o certificado para confirmar os dados informados. A aparência no navegador é a mesma do certificado de validação de domínio (cadeado verde). No entanto, as informações da empresa estão gravadas no certificado e podem ser consultadas em qualquer navegador.

    Validação estendida

    Além de validar as informações anterior ele capta mais informações da empresa , ele apresenta no navegador o nome da empresa junto ao cadeado é considerado o mais seguro mas também o mais caro.

    Mais conteúdo em nosso vídeo:

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!





    Veja também sobre:

  • .

    .

    .

    .

    .

    .

    Populando o WordPress

    Nessa parte final sobre o WordPress precisa entender como funciona a inserção de dados.
    Quando pensamos em abastecer um site, corremos o risco de ficarmos perdidos e acabar deixando o usuário perdido também.

    Com isso em mente precisamos entender a ferramenta para saber como utilizá-la da melhor maneira.

    Quando acessamos um blog e gostamos do conteúdo, sempre buscamos dentro daquela fonte mais assuntos sobre isso. Então vamos em CATEGORIAS e buscamos o assunto que nos interessa. 

    Por isso, planejar e organizar os post em categorias é importante. Para fazer isso acesse o wordpress, no menu lateral esquerdo vá em Post/Artigo e em Categoria.

    Boa Prática: Crie as categorias que mais se adequar aos seus assuntos. Categoria todos os post. E atualiza as categorias sempre que forem necessário. 

    Nem sempre um conteúdo em texto corrido é chamativo ou ideal para o que você está fazendo, por isso o layout em bloco permite que faça da maneira que seja mais apropriada, a suas ideias.

    Ele possui facilitadores como shortcode aonde aquilo que não se encontra na ferramenta pode ser usada através de plugins como agenda, layout personalizado entre outros.

    Boa Prática: Analise muito bem os plugins que está instalando em seu site, pois, eles podem ser uma porta para vírus ou pode conter códigos maliciosos. Sempre mantenha os plugins atualizados.

    Mais conteúdo em nosso vídeo:

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!





    Veja também sobre:

  • .

    .

    .

    .

    .

    .

    Personalizando o Tema do WordPress – Parte 2

    A personalização apesar de não ser completamente igual para todos os temas são intuitiva e rápida de fazer.

    Personalização:

    Se o tema que escolheu não tiver uma personalização customizada é possível criar, editar e excluir o Menu, criar, editar e excluir os widgets, configurar nome, descrição, imagem de logo, cabeçalho da pagina, inserir um texto de rodapé e realizar alterações exclusivas via css.

    Porém, cada tema apresenta informações diferentes, mas não precisa se desesperar elas são bem intuitivas e fusando um pouco é possível fazer fácil.

    Mais conteúdo em nosso vídeo:

    Veja a Parte 1 desse tema:

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de hospedagem acesse aqui!

    Quer conferir nossos preços de domínio acesse aqui!





    Veja também sobre:

  • .

    .

    .

    .

    .

    .